terça-feira, 3 de janeiro de 2012

378022_1684093600406_1779619218_844283_589953779_n_large

Conheci um rapaz poucos dias antes de 2011 acabar. Já o conhecia de vista e até lhe dei um bocado de conversa porque, pelo pouco que via, ele até parecia simpático. Conversa puxa conversa e não é que me enganei? O rapazinho não é só simpático, é tipo a-coisa-mais-chata-deste-mundo. Pouco me conhece e faz montes de perguntas. Se demoro mais tempo a responder às mensagens ele pergunta especificamente o que se passou. Eu tenho muuita paciência (believe me), mas até eu o acho extremamente chato e intrometido. 
Para melhorar, ainda parece que me diz o que eu pensa que eu quero ouvir. É do género "ah eu não quero saber se a rapariga é linda, eu quero é que ela seja feliz comigo". Sim sim, isso é tudo muito bonito e tomara muitos rapazes pensarem assim, mas toda a gente tem as qualidades que aprecia mais e, quanto a isso, não há discussão possível sequer.  
Acho extremamente desnecessário/parvo as pessoas darem esse tipo de respostas "modelo" só para impressionar, ponto.

1 comentário: